segunda-feira, 31 de março de 2008

CINCO MINUTOS COM JESUS - CPTN


Zero à esquerda
Quando uma pessoa é vista como inútil, muitas vezes se usa a expressão “ela é um zero à esquerda”. Ou seja, aquela pessoa não tem valor algum naquele momento ou naquela situação.Ser acusado de inutilidade é muito ruim. Mas “sentir-se” inútil é pior ainda. É como se a existência não tivesse sentido e a vida não valesse a pena. O apóstolo Paulo poderia ter se sentido assim. Afinal, ele não foi um dos doze discípulos escolhidos por Jesus. Ele mesmo se considerava alguém nascido fora de tempo por não fazer parte do seleto grupo dos doze e por ter sido chamado à fé posteriormente. Mas, em sua primeira carta aos Coríntios, capítulo 15, versículo 10, ele afirma: “Pela graça de Deus sou o que sou, e a graça que ele me deu não ficou sem resultados.”Ser considerado inútil na sociedade, ou mesmo em casa ou nas atividades da igreja, pode revelar algo sobre a nossa maneira de agir, ou sobre as nossas atitudes. Talvez as pessoas estejam certas. Ou talvez você esteja se depreciando demais. Nem sempre é fácil reconhecer fraquezas ou então valorizar alguém ou a si mesmo. Mas, sob a graça de Deus, podemos dizer “pela graça de Deus, sou o que sou” seja qual for minha vocação, minha posição social ou mesmo na igreja. A graça de Deus nos torna seus filhos porque Jesus Cristo morreu e ressuscitou por todas as pessoas. Ao confiarmos em Jesus e em sua obra, temos perdão dos pecados e podemos dizer: “pela graça de Deus, sou o que sou”. Sou amado por Deus. Ele cuida de mim. Sou alguém que tem esperança pois, por menor que eu pareça diante das pessoas, tenho um lugar garantido ao lado do Criador do universo. Oremos: Senhor Deus, obrigado por me fazeres confiar em ti. Sob a tua graça posso ser alguém realmente especial – um filho teu. Em nome de Jesus. Amém.

Pastor Fernando Henrique Huf

sexta-feira, 28 de março de 2008

MENSAGEM DE ESPERANÇA - CPTN


O amor de Deus é fenomenal
O amor paternal de Deus é fenomenal. Somos fracos, e às vezes ingênuos. Pecadores sempre. Mas nada, nada mesmo é maior do que o amor de Deus que se revelou em Jesus Cristo. Os nossos pecados, a nossa auto-acusação, as nossas desculpas para não dar a volta por cima não chegam nem perto do imenso amor e perdão do nosso querido Deus. Em Cristo somos pecadores perdoados. Deus quer nos ver felizes. Ele quer nos ver lutando sem medo e com dignidade. E para isso ele derrama a sua graça. Em Deus encontramos forças para continuar caminhando a jornada da vida. Lembre-se: Jesus está sempre ao seu lado.

quarta-feira, 26 de março de 2008

FORÇA...



Força!

Quando alguém precisa de ajuda, uma das palavras que mais se ouve é: "Força"... Você consegue... Onde podemos encontrar força realmente? Quem pode nos ajudar a superar as dificuldades e enfrentar a vida de peito aberto? Jesus... O caminho a verdade e a vida! Confie Nele, entregue o seu caminho a Ele, faça conforme na Bíblia Deus nos orienta: "Invoca-me no dia da angustia, Eu te livrarei e tu me glorificarás"

Grande abraço

Pastor Claudio

terça-feira, 25 de março de 2008

O seu tempo... A sua correria!

Ontem alguém me disse que o tempo está passando rápido demais,... Esses dias era Natal, e agora até a Páscoa já passou!
E é assim mesmo, o nosso corre corre diário faz com que o tempo pareça correr mais rápido, cada vez mais as pessoas se preocupam com o tempo, e se esquecem que o dono do tempo é Deus... Tudo ele fez no tempo certo, e conforme ele quiz... Jesus nasceu no tempo certo, sofreu e morreu no tempo certo... e hoje as pessoas também nascem e morrem no tempo certo, como Deus quer... Não fique desesperado achando que você está perdendo tempo em sua vida por que não consegue fazer o que quer... Lembre-se de Deus, e viva pra ele... Aí o seu tempo vai ser sempre certo, conforme Deus quer!
Deus te abençoe
Pastor Claudio

sábado, 22 de março de 2008

Sim, Cristo está vivo!


Marinheiro não consegue provar que está vivo
Um marinheiro polonês descobriu ao voltar de uma pescaria que foi declarado morto e que as autoridades não querem "ressuscitá-lo".
Piotr Kucy, 37 anos, fazia uma viagem de duas semanas para pescar quando foi encontrado um corpo que foi identificado como sendo ele. Desde então, Kucy luta para provar que está vivo.
"Eu parei em frente aos oficiais e disse: 'olhem, eu estou vivo!', mas não adiantou, não consigo convencê-los."
Quando o marinheiro voltou a ver a família, eles ficaram atônitos ao descobri-lo inteiro, pois para os familiares ele estava morto e cremado.
A confusão começou quando um amigo teria olhado rapidamente o corpo e dito que realmente parecia com Kucy. A polícia não checou mais e declarou a morte, segundo a família.
Piotr Kucy entrou com um processo para "retornar" das cinzas há cinco meses, mas ainda não obteve resposta: "eu tenho que trabalhar, me sustentar, mas não posso, porque ainda estou morto!" (Terra, 15 Jan 2008).
Com Jesus Cristo aconteceu - e acontece - algo parecido. Depois de declarado morto na sexta-feira, voltou à vida no terceiro dia, o que conhecemos hoje como Páscoa.
Mas este fato não é aceito por todos. Mesmo que Ele se coloque em sua frente, através de Palavra, fatos e situações de vida, não se deixam convencer. E aí as histórias são muitas. Desde a primeira versão para o túmulo vazio, a de que os discípulos Dele roubaram o corpo, várias outras já foram inventadas. Infelizmente

quinta-feira, 20 de março de 2008

ARTIGO - Marcos Schmidt



OS BRAÇOS DA CRUZ

De que forma Jesus foi pregado na cruz? Da maneira como estamos acostumados a ver na cena tradicional? Pois uma nova imagem está dando o que falar. Num documentário da rede de televisão britânica BBC, Jesus aparece crucificado com os braços levantados para cima. O produtor do desenho tomou como referência o ossuário de uma pessoa crucificada no primeiro século da era cristã, descoberto em Jerusalém. E conclui que provavelmente está é a real imagem de Jesus na cruz.

Puro sensacionalismo para vender notícia. Sem falar que a "revelação" cheira a mofo: a descoberta arqueológica é de 1968. Depois de 40 anos isto é jogado na mídia com intenções bem explícitas. Dias atrás comentava com alguém: Qual será o fato bombástico nesta Páscoa tentando estremecer os fundamentos da fé cristã? E aí está: Jesus crucificado de braços levantados para cima. Isto já virou rotina nesta época - a divulgação de "fatos novos" que contradizem os ensinos básicos do cristianismo. Foi assim com a Tumba de Jesus, o Evangelho segundo Judas, o Código d'Vinci.

No entanto, esta polêmica imagem agride tão somente a tradição. Tanto faz se Jesus morreu na cruz de braços abertos para os lados ou para cima. O que interessa é o fato de que Deus acabou com a conta da nossa dívida, pregando-a na cruz (Colossenses 2.14). Até porque não existe nenhum registro nas Escrituras com descrições pormenorizadas, revelando detalhes das atrocidades contra o Filho de Deus no madeiro. A Bíblia não é sensacionalista. Aliás, se Deus quisesse chamar a atenção para este tipo de coisa, teria enviado o seu Filho nos atuais tempos tecnológicos. Imaginem todos os detalhes do Calvário, captados pelas indiscretas câmeras digitais?

Há quatro anos Mel Gibson justificou a excessiva violência nas imagens do filme A Paixão de Cristo, dizendo que "a idéia era mostrar a dimensão do martírio a que Cristo foi submetido para redimir a humanidade de seus pecados, de modo a provocar a reflexão sobre o sofrimento que cada homem impõe ao outro". Parece que as chocantes imagens do filme já perderam tal dimensão. Assim como a própria violência, banalizada pelas insistentes cenas globais de horror, espalhadas via satélite.

Neste universo de imagens virtuais, o poder permanece na palavra real da cruz. É isto que provoca polêmica. Ou como escreve Paulo: A mensagem da morte de Cristo na cruz é loucura para os que estão se perdendo, mas para nós, que estamos sendo salvos, é o poder de Deus (1 Coríntios 1.18). Portanto, nada de novo sobre tais provocações da ciência humana, quando "Deus tem mostrado que a sabedoria deste mundo é loucura (1 Coríntios 1.20).

O que importa mesmo é a posição dos nossos braços, voltados para cima, de onde vem a salvação. Diferente de braços para os lados agarrando coisas que logo viram ossuários. Braços da tradição sobrecarregados pela contradição. Braços contraídos numa indigestão por peixes e chocolates estragados. Braços cruzados que abandonam a cruz de Cristo (Marcos 8.34). Braços que crucificam outra vez o Filho de Deus e zombam publicamente dele (Hebreus 6.6).

Pois, neste Gólgota de expectadores, o sensacionalismo continua atraindo multidões. E mais uma vez as atenções voltam-se para a cruz. Nela, os braços dele continuam abertos, não para cima, nem para os lados, mas em nossa direção.


Marcos Schmidt
marsch@terra.com.br
pastor da Igreja Evangélica Luterana do Brasil
Comunidade São Paulo
Novo Hamburgo, RS
13 de março de 2008

terça-feira, 18 de março de 2008

Quem é o seu herói?


Em quem você mais confia nesta vida?

Quando conversamos com alguém sobre isso, várias respostas podem aparecer: uns podem dizer, confio em meu pai, outros, em minha mãe... ainda outros podem colocar o marido e a esposa como os mais confiáveis... Mas quem deve ser o verdadeiro herói? O super homem? O homem aranha? Não... o nosso herói e em quem mais podemos confiar é Jesus? Por que por amor ele morreu em nosso favor, e mostrou no domingo de Páscoa com a sua ressurreição que de fato temos uma vida nova também!

Confie você também, Entregue o teu caminho ao Senhor, e certamente muito ele fará por você!

Que Deus te abençoe nesta Semana Santa!


Feliz Páscoa


Pastor Claudio

sexta-feira, 14 de março de 2008

quinta-feira, 13 de março de 2008

CASQUINHAS 2008


Olha aí amigos...

As servas estão trabalhando a todo vapor na confecção das casquinhas para a Páscoa...

Na foto uma das etapas na confecção, a limpeza do amendoim após ele ser torrado!

Amanhã colocaremos outra foto... A casquinha pronta!!!

Quem quiser casquinha entre em contato, preço da dúzia, R$ 6,00

quarta-feira, 12 de março de 2008

MENSAGEM DE ESPERANÇA - CPTN

O Caminho da vida
Enfrentamos tantos problemas em nossa vida que muitas vezes nos sentimos perdidos e sem saber qual o caminho a seguir. Isso é muito comum, especialmente quando teimamos em caminhar sozinhos. Afirmamos que cremos em Deus, mas na prática vivemos como se ele não existisse. Andamos sem direção, por não deixar que Deus dirija a nossa vida. Faça uma experiência. Permita que Deus conduza a sua vida. Deixe que ele conduza os seus passos. Como? Conheça a vontade de Deus. Ela está expressa na Bíblia. Leia e você conhecerá o caminho: Jesus Cristo. Sem ele você está perdido. Com ele você terá uma jornada feliz e eterna.Oremos: Mostra-me o caminho que me leva à vida, Senhor. Sei que este caminho é Jesus. Ele morreu para que eu pudesse ter a vida eterna. Graças te dou por isto. Amém.

sábado, 1 de março de 2008

Férias do Pastor




O Pastor está de férias, mas assim mesmo vamos tentar atualizar o blog, acesse e veja as devoções e mensagens, e também a seção Para Descontrair!



Grande abraço



Pastor Claudio

O valor de uma dona de casa

Reflita na estorinha abaixo
Deus abençoe as donas de casa!!!
Pastor Claudio

"O VALOR DE UMA DONA DE CASA"



Um homem chegou em casa, após o trabalho, e encontrou seus três filhos brincando do lado de fora, ainda vestindo pijamas. Estavam sujos de terra, cercados por embalagens vazias de comida entregue em casa. A porta do carro da sua esposa estava aberta. A porta da frente da casa também. O cachorro estava sumido, não veio recebê-lo.



Enquanto ele entrava em casa, achava mais e mais bagunça. A lâmpada da sala estava queimada, o tapete estava enrolado e encostado na parede. Na sala de estar, a televisão ligada com berros num desenho animado qualquer, e o chão estava atulhado de brinquedos e roupas espalhadas.



Na cozinha, a pia estava transbordando de pratos; ainda havia café da manhã na mesa, a geladeira estava aberta, tinha comida de cachorro no chão e até um copo quebrado em cima do balcão. Sem contar que tinha um montinho de areia perto da porta.



Assustado, ele subiu correndo as escadas, desviando dos brinquedos espalhados e de peças de roupa suja. 'Será que a minha mulher passou mal?' ele pensou. 'Será que alguma coisa grave aconteceu? 'Daí ele viu um fio de água correndo pelo chão, vindo do banheiro. Lá ele encontrou mais brinquedos no chão, toalhas ensopadas,sabonete líquido espalhado por toda parte e muito papel higiênico na pia. A pasta de dente tinha sido usada e deixada aberta e a banheira transbordando água e espuma.



Finalmente, ao entrar no quarto de casal, ele encontrou sua mulher ainda de pijama, na cama, deitada e lendo uma revista. Ela olhou para ele, sorriu, e perguntou: como foi seu dia?Ele olhou para ela completamente confuso, e perguntou: Que diabos aconteceu aqui em casa? Por que toda essa bagunça?



Ela sorriu e disse: - Todo dia, quando você chega do trabalho, me pergunta: - "Afinal de contas, o que você fez o dia inteiro dentro de casa?"- "Bem... Hoje eu não fiz nada, fofo!"