terça-feira, 24 de junho de 2008

IELB - 104 anos

História da IELB é marcada por dificuldades e bênçãos

Carl Mahler, primeiro pastor residente no Brasil, e Augusto Gowert (D)

O luteranismo surgiu com a Reforma Protestante de Martinho Lutero em 1517. O primeiro luterano chegou ao Brasil 15 anos mais tarde. Era Heliodoro Eobano que professou sua fé ao desembarcar em São Vicente/SP. No final do século XIX havia no Brasil um Sínodo Luterano que se tornaria a Igreja Evangélica de Confissão Luterana.

Naqueles tempos, pessoas (como Augusto Gowert) estavam insatisfeitas com atuação do Sínodo. Então, a pedido do pastor Johann F. Brutschin, de Novo Hamburgo/RS, a Igreja Luterana - Sínodo de Missouri dos Estados Unidos enviou ao Brasil o pastor Christian J. Broders. Este fundou, em 1° de junho de 1900, com 17 famílias, a Comunidade Evangélica Luterana São João, na atual cidade de Morro Redondo/RS.

Em 24 de junho de 1904, era fundada, em São Pedro do Sul, perto de Santa Maria, RS, com a presença de 14 pastores, um professor e 10 leigos, representando 10 comunidades com aproximadamente três mil membros, a Igreja Evangélica Luterana do Brasil.

Muitas problemas marcaram o início do trabalho: dificuldades de locomoção, pastores missionários que vinham dos Estados Unidos e viviam longe das famílias, língua e costumes diferenciados. O resultado era que os pastores ficavam pouco tempo por aqui e retornavam. As pessoas desamparadas acabavam não se fixando nas igrejas. Para piorar, as duas guerras mundiais afetaram o trabalho, com pastores sendo perseguidos e templos fechados.

A partir dos anos 50 a IELB começou sua expansão. Hoje está presente em todos os estados brasileiros com mais de 233 mil membros atendidos por quase 900 pastores. Sua missão é proclamar Cristo para Todos

Fonte: www.ielb.org.br

Um comentário:

jéssica lidia disse...

muito bom texto.
tenho orgulho de diser que sou bisneta de augusto.