sábado, 6 de dezembro de 2008

Cinco minutos com Jesus - CPTN

Visita

Certo dia caía uma chuva torrencial sobre uma zona rural da Inglaterra. Uma senhora, vestida com simplicidade, bateu à porta de uma casa e pediu um guarda-chuva. A dona da casa, a contragosto, emprestou-lhe um velho, já gasto. Disse que não lhe emprestaria o novo porque provavelmente nunca mais o teria de volta. Na manhã seguinte, um oficial da guarda real saltou de um cavalo e lhe devolveu o guarda-chuva com as palavras: “A rainha Vitória, da Inglaterra, agradece pelo bom serviço prestado a sua majestade”. Toda desconcertada, a mulher do lavrador gemeu: “Ah, se eu soubesse que era a rainha...”.
O texto de Gênesis conta que com Abraão a situação foi oposta. Três homens estavam em frente à barraca de Abraão. Quando os viu, correu ao seu encontro e lhes pediu: “Não passem pela minha humilde casa sem me fazerem uma visita”. E imediatamente lhes prestou os melhores serviços de hospedagem. Só depois veio a saber que sua visita era o “Anjo do Senhor” e mais dois anjos (Gn 18.1-15).
O autor da carta aos Hebreus diz: “Não deixem de receber bem aqueles que vêm à casa de vocês; pois alguns que foram hospitaleiros receberam anjos, sem saber (Hb 13.2). E Jesus diz no evangelho de Mateus que tudo o que fazemos ao mais humilde de seus irmãos, é a ele que o fazemos (Mt 25.40).
Jesus quer ser o nosso hóspede principal. Ele está à nossa porta e bate (Ap 3.20). Não o deixemos passar direto pela nossa humilde casa. Se ele se hospedar em nosso coração, seremos as pessoas mais felizes do mundo.
Oremos: Senhor Jesus, concede-nos a felicidade de tê-lo ao nosso lado em todos os momentos, tanto na vida quanto na morte. Amém.

Paulo Frederico flor




Um comentário:

Caminhando com Jesus disse...

Eu concordo,temos que recepcionar bem aqueles que vem a nós,pelas nossas atitudes,é que pregamos melhor a palavra de Deus,pois as palavras o vento leva,o que ficam são atitudes.